Por suspeita de fraude, pagamento do Bolsa Família de mais 1,2 milhão de pessoas é bloqueado

Crédito: Agência Senado
Redação Vibenews

Redação Vibenews

O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome bloqueou o pagamento de um milhão e 200 mil benefícios do Bolsa Família.

São cadastrados como famílias unipessoais, ou seja, de uma pessoa só.

Não que pessoas que vivem sozinhas não possam receber o benefício. É que, nesses benefícios bloqueados há suspeitas de irregularidades.

Desde o começo do ano, o governo está fazendo uma revisão em milhões de cadastros. São alvo de pente fino pessoas que passaram a receber a verba do programa social o período eleitoral, entre maio e outubro de 2022.

O governo localizou casos em que diversos membros de uma mesma família estavam cadastrados como famílias unipessoais e, assim, todos estavam ganhando a parcela de R$ 600 do programa.

A estimativa é que até 4 milhões de pessoas podem estar recebendo o Bolsa Família sem se enquadrar nos critérios exigidos pelo programa.

Em caso de bloqueio, a pessoa tem 60 dias para regularizar a situação e provar que cumpre os requisitos para receber o Bolsa Família.

Compartilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
WhatsApp

Relacionados

5 milhões se inscreveram para Enem 2024

Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) registraram 5.055.699 inscrições para o Exame Nacional do Ensino

Participe do Sorteio Cadastrando Abaixo!