Sexta-feira 13 é realmente dia de azar?

Redação Vibenews

Redação Vibenews

Hoje é sexta-feira 13.

Mas de onde será que surgiu a ideia de que é um dia de azar?

De acordo com cada cultura, existem diversas explicações para a origem da data.

Uma delas, de origem nórdica, conta que o deus Odin realizou um banquete com outras 12 divindades.

Ofendido por não ter sido convidado, Loki, o deus da discórdia, armou uma confusão na reunião, o que causou a morte de uma deusa. Após o episódio, criou-se o mito de que um encontro com 13 pessoas sempre termina mal.

Outra teoria vem da Igreja Católica, que associa a data ao azar por causa da morte de Jesus Cristo.

Isso porque a última ceia aconteceu numa quinta-feira, um dia antes da crucificação, com 12 discípulos, o que totalizou 13 pessoas à mesa.

Já segundo a História, a origem da sexta-feira 13 vem da monarquia francesa, quando o rei Felipe IV (quarto) se sentiu ameaçado pela influência da igreja.

Para garantir o poder, ele tentou se filiar à ordem religiosa dos Cavaleiros Templários, mas foi recusado.

Enfurecido, o rei ordenou que os templários fossem perseguidos e mortos em uma sexta-feira 13, em outubro de 1307.

A fama de má sorte do dia foi explorada até no cinema, com a franquia de terror dos anos 1980 ‘Sexta-feira 13’. Nos filmes, o serial killer Jason ataca as vítimas na mesma data.

E você acredita em superstição?

 

Compartilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
WhatsApp

Relacionados

5 milhões se inscreveram para Enem 2024

Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) registraram 5.055.699 inscrições para o Exame Nacional do Ensino

Participe do Sorteio Cadastrando Abaixo!