Pós-carnaval: como voltar aos trilhos após as comilanças do feriado

Redação Vibenews

Redação Vibenews

Com o fim do feriado e a retomada da rotina, o desafio de muitas famílias é voltar ao ritmo das atividades cotidianas, com as crianças voltando às aulas e os pais ao trabalho. No meio disso tudo, a alimentação equilibrada é uma das tarefas mais desafiadoras. Após o período de comilanças e exageros nas bebidas alcoólicas e açucaradas, voltar à rotina pode ser muito trabalhoso, especialmente se não houver consciência e planejamento.

“Durante os feriados, a alimentação fica um pouco bagunçada devido à mudança na rotina e até do horário de dormir e acordar. Os alimentos que as pessoas mais exageram são as guloseimas, doces, refrigerantes e bebidas alcoólicas. Muitas vezes estamos em viagens e temos muito mais ofertas de alimentos que não fazem parte do nosso dia a dia, e por isso é muito importante buscar o equilíbrio”, explica a nutricionista clínica e esportiva Carla Cabral.

Para quem ainda está em viagem ou quem quer reeducar o organismo dentro da rotina, as orientações da nutricionista são tomar um bom café da manhã que seja rico em alimentos mais proteicos, incluindo frutas e cereais integrais. “Além disso, é importante tomar bastante água no decorrer do dia e fazer compensações: se exagerou em alguma refeição, nas próximas tente comer menos para que não tenhamos excesso de calorias”, pontua Carla.

Alimentação das crianças: fora da rotina e do horário escolar, as crianças acabam ficando com a alimentação mais “livre”, mas na hora de retomar a rotina, o primeiro passo é justamente definir horários. “É indicado manter os horários das principais refeições, evitar ficar tempo prolongado sem se alimentar, pois isso evita que a criança consuma doces, bolachas recheadas, sorvetes, entre outros alimentos menos saudáveis”, orienta a nutricionista.

Consumo de bebidas alcoólicas: o ideal é sempre dar preferência para as bebidas que você consome em menor quantidade, como gin, vinho tinto seco e cervejas puro malte e sem glúten (Heineken, Stella Artois).

 

Orientações gerais: traçar metas, ter sempre alimentos saudáveis em casa higienizados e preparados para consumo (como frutas e lanches), evitar comprar alimentos “não saudáveis” porque a tendência é consumir o que é mais fácil. Vale a pena organizar um planejamento alimentar e deixar apenas uma refeição livre, diminuir consumo de guloseimas e sobremesas e fazer compensações em caso de eventuais exceções. E é muito importante beber bastante água e praticar atividade física, se possível.

Compartilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
WhatsApp

Relacionados

5 milhões se inscreveram para Enem 2024

Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) registraram 5.055.699 inscrições para o Exame Nacional do Ensino

Participe do Sorteio Cadastrando Abaixo!