Ministério do Trabalho vai enviar ao Congresso projeto que altera saque-aniversário do FGTS

Redação Vibenews

Redação Vibenews

Projeto que altera a lei do saque-aniversário do FGTS será enviado ao Congresso.

É o que informou o ministro do Trabalho, Luiz Marinho.

Com o saque-aniversário, o trabalhador pode retirar parte do saldo das contas ativas e inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço no mês em que completa mais um ano de vida.

A mudança prevista na proposta vai permitir que o cidadão possa fazer o saque-aniversário também quando for demitido.

Essa opção não é válida hoje, só apenas depois de dois anos do desligamento do funcionário pela empresa. Para o ministro, é uma injustiça.

Marinho disse ainda que o governo está criando o FGTS digital, que será uma nova forma de gestão integrada do fundo. Segundo ele, o sistema vai possibilitar uma diminuição de até 34 horas de trabalho por mês das empresas com o recolhimento de valores.

Afirmou ainda que os depósitos vão poder ser feitos via Pix e que os trabalhadores vão com isso ganhar mais transparência no processo de pagamento.

Compartilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
WhatsApp

Relacionados

5 milhões se inscreveram para Enem 2024

Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) registraram 5.055.699 inscrições para o Exame Nacional do Ensino

Participe do Sorteio Cadastrando Abaixo!