Mais da metade das crianças do 2º ano da rede pública não sabe ler

Crédito: Unsplash
Redação Vibenews

Redação Vibenews

Mais da metade das crianças brasileiras que cursam o segundo ano do ensino fundamental da rede pública não sabe ler.

A constatação é do Fundo Internacional de Emergência das Nações Unidas para a Infância, o Unicef e foi feita com base nos dados do Sistema de Avaliação da Educação Básica, o Saeb, de 2021.

Segundo o Unicef, 56% das crianças de sete anos que frequentam a rede pública de ensino não foram alfabetizadas na faixa etária esperada.

Além disso, há outros milhares de meninas e meninos no Brasil que estão na escola sem saber ler e escrever.

O Unicef diz que o cenário, que já era preocupante antes da pandemia de covid-19, piorou com a crise sanitária.

Isso porque, o percentual de crianças não alfabetizadas no 2º ano do Ensino Fundamental na rede pública saltou de 39,7% em 2019 para 56,4% em 2021.

O órgão ligado à ONU vê urgência no enfrentamento desse desafio e avalia que duas estratégias precisam ser adotadas: a primeira é investir em práticas pedagógicas de qualidade, voltadas à alfabetização das crianças que estão chegando agora aos primeiros anos do Ensino Fundamental, para que aprendam a ler e escrever na idade certa.

A segunda é implementar propostas de recomposição das aprendizagens voltadas a aqueles estudantes que não aprenderam a ler e escrever até o 2º ano do Ensino Fundamental, e agora precisam de um apoio específico para aprender, recuperar o tempo perdido e avançar.

Diversos estudos já provaram que o atraso na alfabetização causa danos profundos.

Além de problemas socioemocionais, causa também prejuízos na escolaridade como um todo e, consequentemente, taxas mais altas de reprovação e uma tendência ao abandono escolar.

Além disso, acaba refletindo, na vida adulta, em piores condições de emprego e renda

 

Compartilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
WhatsApp

Relacionados

5 milhões se inscreveram para Enem 2024

Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) registraram 5.055.699 inscrições para o Exame Nacional do Ensino

Participe do Sorteio Cadastrando Abaixo!