Impostos respondem por até metade do preço do material escolar

Crédito: PxHere
Redação Vibenews

Redação Vibenews

Impostos podem responder por até metade do preço do material escolar.

É o que mostra pesquisa da Associação Comercial de São Paulo.

O campeão desse ranking negativo é um item básico pra qualquer estudante: a caneta.

Isso porque se ela custar um real, nada menos que 50 centavos vão para os cofres do governo.

A pesquisa ainda encontrou mais seis itens cujos impostos respondem por mais de 40 por cento do preço pago pelo consumidor.

Tesoura, régua, agenda, apontador, borracha e pastas de plástico.

E nos casos de lancheira, papel carbono ou sulfite, fichário e caderno universitário, por exemplo, de cada um real pago pelo consumidor, entre 35 e 39 centavos são impostos.

Por outro lado, os livros, que contam com uma série de isenções, têm uma carga tributária bem mais baixa, na casa de 15 por cento.

Compartilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
WhatsApp

Relacionados

5 milhões se inscreveram para Enem 2024

Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) registraram 5.055.699 inscrições para o Exame Nacional do Ensino

Participe do Sorteio Cadastrando Abaixo!