Governo libera vacina da gripe para população: Veja 8 coisas que você precisa saber ao se imunizar

Redação Vibenews

Redação Vibenews

Você sabe da importância de se vacinar anualmente contra gripe? Essa doença, causada pelo vírus Influenza, apresenta sintomas como febre, coriza, mal-estar, calafrios, dor de garganta, entre outros, e pode gerar graves complicações, como pneumonia.

A campanha de vacinação contra a gripe em 2023 já está acontecendo tanto nas redes públicas quanto privadas do país e tem o apoio da Sociedade Brasileira de Imunizaçoes. (SBIm)l.

Veja abaixo 8 coisas que você precisa saber antes de se vacinar contra gripe. Confira!

  1. Quem deve tomar a vacina?

A vacina contra a gripe é recomendada para todas as pessoas com idade a partir dos 6 meses, desde que não apresente contraindicações.

  1. Quando tomar a vacina?

A vacina contra gripe deve ser tomada todo ano, preferencialmente quando se iniciar a campanha de vacinação na sua cidade. Caso não seja possível tomar a vacina na época da campanha, ela pode ocorrer posteriormente. Mas é importante que a imunização esteja sempre em dia.

  1. Como a vacina é administrada?

Essa vacina é intramuscular, sendo aplicada diretamente no músculo.

  1. Possíveis reações adversas

As reações adversas da vacina contra gripe podem variar entre reações muito comuns até reações raras. Veja abaixo:

Reações muito comuns

Dor, vermelhidão e inchaço no local da injeção; dor muscular; mal-estar; cansaço; perda de apetite; irritabilidade; agitação e sonolência

Reações comuns

Tontura; náusea; vômito; diarreia; dor abdominal; dor nas articulações e suor excessivo.

Reações incomuns

Hematoma e coceira no local da injeção; erupção cutânea semelhante a uma urticária.

Reações raras

Aumento ou surgimento de gânglios próximos ao local de aplicação da vacina (linfadenopatia); reações alérgicas (incluindo reações anafiláticas); paralisia; inflamação do cérebro; síndrome de Guillain-Barré – caracterizada por fraqueza muscular de aparecimento súbito causada pelo ataque do sistema imunológico ao sistema nervoso periférico. Os sintomas iniciais são, geralmente, dor ou alterações de sensibilidade e fraqueza muscular, com início nas mãos e nos pés

  1. Prevenção contra a gripe

A vacina contra a gripe é a única maneira de se prevenir contra essa doença.

  1. Importância de continuar a se proteger

Os anticorpos da vacina vão diminuindo com o passar do tempo, por isso a importância de se vacinar anualmente para se manter sempre protegido.

  1. Diferença da vacina da gripe no privado X público

A vacina contra gripe disponibilizada na rede pública é a trivalente, isso quer dizer que ela protege contra 3 cepas do vírus Influenza. Já na rede privada, a proteção é maior com a vacina quadrivalente, que é eficaz contra 4 tipos de vírus Influenza.

  1. Recomendações para pessoas com condições médicas preexistentes.

Quem tem alergia grave à proteína do ovo (casos com histórico de anafilaxia) e aos conservantes presentes nas vacinas, pessoas portadoras de doenças neurológicas em atividade e indivíduos que já tiveram Síndrome de Guillain Barré não devem receber a vacina sem supervisão e autorização médica.

Indivíduos com doenças ou uso de medicamentos que baixem a imunidade podem e devem receber a vacina, mas podem apresentar imunização parcial.

Ter apresentado Covid ou qualquer outra doença aguda nos últimos dias não contraindica a vacina da gripe.

Em caso de dúvida, procure orientação de um médico.

Compartilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
WhatsApp

Relacionados

Participe do Sorteio Cadastrando Abaixo!