Fome piora no Brasil e 70 milhões de pessoas não tem acesso a alimentos todos os dias

Redação Vibenews

Redação Vibenews

Um em cada três brasileiros sofre de insegurança alimentar.

Houve um aumento nos casos, de 2020 a 2022, e hoje 70 milhões e 300 mil cidadãos têm dificuldades de acesso a alimentos.

É o que revela um documento sobre o estado da alimentação no planeta.

O relatório foi divulgado pela Organização das Nações Unidas e pela Organização Mundial da Saúde.

A insegurança alimentar severa no Brasil subiu de 1,9% da população entre 2014 e 2016 para 9,9% de 2020 a 2022.

Significa que o número de pessoas com problemas para ter acesso a alimentos aumentou de quatro milhões para 21 milhões.

Se for considerada a taxa de moderada a severa no total da população esse salto foi maior: de 18,3% para 32,8%.

O período de análise do relatório inclui a fase mais difícil da pandemia.

A fome absoluta melhorou um pouco nos últimos 20 anos, passou de 12 milhões para 10 milhões de pessoas.

Já a desnutrição infantil aumentou na última década e atinge um milhão de crianças no país.

O relatório aponta que em todo o mundo a fome afeta 735 milhões de pessoas.

Compartilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
WhatsApp

Relacionados

Participe do Sorteio Cadastrando Abaixo!