Capacidade de produção de energia solar do Brasil é a 6ª maior do mundo

Redação Vibenews

Redação Vibenews

O Brasil melhorou de posição no ranking mundial de geração de energia solar do.

De acordo com a Absolar, a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica, com base em dados da Agência Internacional de Energias Renováveis, o nosso país fechou 2023 com mais de 37 gigawatts (GW) disponíveis de capacidade operacional.

Com essa marca, o Brasil subiu duas posições no ranking, assumindo a sexta colocação.

O ranking é liderado pela China, que, no ano passado, somou ca 609,3 GW de capacidade operacional, seguida por Estados Unidos e Japão. Alemanha, em quarto, e Índia, em quinto, também superam o nosso país.

A energia solar já é a terceira fonte mais representativa da matriz elétrica do Brasil, respondendo por praticamente 16%.

A capacidade instalada operacional é superior, por exemplo, à das termelétricas movidas a gás natural e biomassa.

Números da Absolar indicam que, desde 2012, a energia solar já garantiu mais de R$ 170 bilhões em investimentos, gerando cerca de R$ 47,9 bilhões em arrecadação fiscal e levando à geração de 1 milhão de empregos.

Ainda segundo a associação, por meio da geração de energia solar, que é considerada limpa, o país evitou a emissão de 42,8 milhões de toneladas de CO2.

Compartilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
WhatsApp

Relacionados

Participe do Sorteio Cadastrando Abaixo!