Ansiedade: Mitos e verdades sobre a condição que você precisa saber

Redação Vibenews

Redação Vibenews

A ansiedade é um dos problemas de saúde mental mais comuns nos dias atuais, tendo ganhado ainda mais destaque em 2023. Essa maior incidência da condição fez com que muitos mitos surgisssem, o que pode piorar os casos, como explica o médico psiquiatra Dr. Flávio H. Nascimento.

Os mitos sobre a ansiedade têm as mais variadas formas e eles podem ser bastante prejudiciais por tirarem o foco dos pacientes dos tratamentos realmente eficazes ou, em alguns casos, até ter atitudes prejudiciais”, explica.

 

Mitos e verdades sobre a ansiedade que você talvez não saiba

MITO – Se afastar da ansiedade faz ela desaparecer: “Evitar a ansiedade ajuda, na verdade, a fortalecê-la. O mais indicado é, com a ajuda de um profissional especializado, enfrentar, não evitar, a condição. Dessa forma, gradualmente, o paciente se aproxima da causa da fobia, reduzindo-a”, explica.

 

VERDADE – A respiração tem ligação com a ansiedade: “Existem diversos exercícios respiratórios que podem ser usados tanto para prevenir, quanto para tratar a ansiedade, eles são fortemente indicados como parte suplementar ao tratamento”.

 

MITO – A ansiedade é apenas psicológica: “A ansiedade é multifatorial, ou seja, tem diversas causas, não apenas psicológicas, como também ambientais, biológicas e genéticas”.

 

VERDADE – A ansiedade gera problemas de saúde física: “A ansiedade, principalmente quando se torna crônica, afeta bastante a saúde física, não apenas a mental, podendo gerar dores musculares, insônia e problemas gastrointestinais”, destaca Dr. Flávio H. Nascimento.

 

MITO – Bebidas alcoólicas ajudam a melhorar a ansiedade: “Usar a bebida alcóolica para tentar se afastar de uma situação de saúde é a raíz para gerar outro problema, um vício, uma válvula de escape não age na raiz do problema, o indicado é sempre realizar o tratamento adequado”.

 

VERDADE – Diversos fatores podem gerar ansiedade: “A ansiedade não é gerada apenas por situações como muitos acreditam, pessoas, lugares e até cheiros podem ser desencadeadores de crises de ansiedade a depender dos gatilhos que cada paciente tem”, afirma Dr. Flávio H. Nascimento.

Compartilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
WhatsApp

Relacionados

Participe do Sorteio Cadastrando Abaixo!