Primavera deve ter recordes de temperatura e condições extremas também podem ser registradas no verão

Redação Vibenews

Redação Vibenews

O Brasil enfrenta uma onda de calor intenso nesta reta final do inverno.

A região Centro-Sul, inclusive, está sob alerta laranja do Inmet, o Instituto Nacional de Meteorologia, para os perigos envolvendo as altas temperaturas.

É um alerta que segue protocolos internacionais e é emitido quando as temperaturas máximas superam em pelo menos 5°C a temperatura média histórica do período.

Esse calor extremo está sendo causada por um fenômeno meteorológico conhecido como bloqueio atmosférico, que impede a entrada de massas de ar frio.

As mudanças climáticas globais e a atuação do El Niño, fenômeno que aquece as águas do Oceano Pacífico, dificultam ainda mais a chegada de frentes frias e agravam o calor.

E não vai ser muito diferente ao longo da primavera, que começa oficialmente neste sábado, dia 23. Recordes de temperatura são esperados para a estação.

Além disso, neste momento, as chances de o El Niño persistir entre janeiro e março do ano que vem são maiores de 90%, favorecendo condições extremas também ao longo do verão.

Assim como o frio excessivo,  o calor forte também coloca em risco a saúde e alguns cuidados são necessários.

É importante, por exemplo, manter os ambientes ventilados ou, se possível, climatizados; o uso de protetor solar também é recomendado.

Além disso, não pode esquecer a hidratação do corpo. Procure ingerir líquidos, preferencialmente água, com frequência.

Compartilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
WhatsApp

Relacionados

Participe do Sorteio Cadastrando Abaixo!